quarta-feira, 24 de março de 2010

Avenida Paulista









Autoria:
Daniel Más e Leilah Assumpção
Coordenação de texto: Luciano Ramos
Direção: Walter Avancini, Hugo Barreto, Jardel Mello e Cassiano Filho
Direção geral: Walter Avancini
Supervisão: Walter Avancini
Produção do núcleo: Walter Avancini
Período de exibição: 10/05/1982 – 28/05/1982
Horário: 22h30
Nº de capítulos: 15

História

- Avenida Paulista fala sobre ascensão social. O personagem central da trama é Alexandre Torres Xavier (Antonio Fagundes), um bancário, de classe média, casado com Juliana (Wanda Stephânia), com quem leva uma vida aparentemente tranqüila. Outros personagens importantes na história são Frederico Scorza (Walmor Chagas) e sua amante, Paula Alencar (Dina Sfat). Scorza é um empresário inescrupuloso, dono, entre outros negócios, do banco onde Alexandre trabalha. É marido de Alice (Martha Overbeck) e pai de Anamaria (Bruna Lombardi).
- A trama começa quando Alexandre se aproveita de uma falha na rede de computadores do banco e desvia uma alta quantia em dinheiro para sua conta pessoal. Descoberto o desfalque, Alexandre é chamado por Frederico Scorza e surpreende-se com a proposta que o chefe lhe faz: não o denunciará à Polícia caso ele aceite ocupar um cargo de confiança no grupo Scorza. Para isso, o poderoso banqueiro informa que ele terá que deixar São Paulo, sem a mulher, e terá um ano para adquirir prestígio, notoriedade e credibilidade. - Achando que iria ser demitido e preso, Alexandre, muito surpreso, decide aceitar a proposta de Scorza. O que ele não imagina é que por trás da aparente benevolência, o banqueiro tem um grande plano: transformar o funcionário em testa-de-ferro, responsabilizando-o pela falência de uma de suas empresas. Para alcançar seus objetivos, Scorza conta com a cumplicidade da executiva Paula Alencar, sua amante. - Aceita a proposta, Alexandre torna-se Alex Torres, um homem destemido, ambicioso, sempre bem vestido e cercado de pessoas influentes. Ao longo da história, Scorza estimula Alex a investir no mercado financeiro. A ascensão de Alexandre provoca a desestruturação de sua família. Sua mulher, Juliana, não entende a mudança de comportamento do marido e passa a procurá-lo insistentemente, mas ele sempre a evita, seguindo as orientações de seu chefe. Percebendo que Juliana poderá atrapalhar seus planos, Scorza decide afastar Juliana de seu caminho e revela-se capaz de tudo. Além de atrapalhar todas as tentativas da mulher de encontrar o marido, sugere que Paula seduza Alex, o que ela consegue, e chega a mandar que um de seus capangas dê uma surra em Juliana. - O cerco está fechado contra Alex, que ainda enfrenta a oposição dos sócios de Scorza. Eles desconhecem as intenções do empresário e vêem em Alex uma ameaça a seus interesses. Entre eles está Albino (Odilon Wagner), noivo da problemática Anamaria, Rodrigo (João José Pompeo) e Edgar (Odavlas Petti), irmãos do poderoso banqueiro. Outro personagem de destaque na história que cruza o caminho de Alex é Sérgio (Ney Latorraca), filho adotivo de Alice e Frederico, um jovem problemático, emocionalmente frágil. - Os planos de Scorza parecem ir bem até que Paula descobre que ele está tendo um caso com outra mulher. Transtornada, ela toma um porre durante uma festa do grupo Scorza e ofende Frederico. Revoltado com o comportamento da amante, ele a demite da empresa na hora. Alice vibra com a atitude do marido, sem nem desconfiar que ele já tem outra amante. Ao longo dos anos de casamento, Alice sempre suspeitou do envolvimento do marido com Paula, mas se manteve calada, oprimida pelo marido. Quando Scorza a demite, Alice decide dizer que caso ele readmita Paula, ela pedirá o divórcio. - Ao romper com Paula, Frederico Scorza vê seus planos irem por água abaixo. Revoltada, ela revela a Alex os planos do patrão e propõe a ele uma união para destruir o poderoso banqueiro. Os dois armam um golpe para se apoderar da fortuna do milionário e conseguir a totalidade das ações do grupo Scorza. Para isso, usam chantagens e extorsões, entre outros meios escusos. Para desespero de seus inimigos, Alex se casa com Anamaria, o grande golpe contra Frederico. - A trama sofre nova reviravolta quando Frederico Scorza é assassinado e as suspeitas recaem sobre Alex, cujo único álibi é Paula. Surpreendentemente, ela o trai no depoimento à polícia, deixando-o enrascado. Ao final da história, Alex acaba preso, vítima de uma grande armação. Para surpresa de todos, Frederico aparece vivo, ao lado de Paula. Na última cena de Avenida Paulista, os dois, felizes e ricos, planejam viajar para o exterior.

Elenco

* Antônio Fagundes - Alexandre Torres (Alex)
* Walmor Chagas - Frederico Scorza
* Dina Sfat - Paula Alencar
* Bruna Lombardi - Anamaria Scorza Torres
* Ney Latorraca - Serginho Scorza
* Wanda Stefânia - Juliana
* Martha Overbeck - Sra. Scorza
* Luiz Armando Queiroz
* João José Pompeo
* Theo de Faria - Durval
* Yara Lins
* Odilon Wagner
* Odavlas Petti
* Walter Forster - Álvaro
* Lélia Abramo
* Vera Nunes
* Edith Siqueira

Curiosidades

- Foi a segunda minissérie da TV brasileira, dando continuidade ao projeto da emissora de ocupar o horário das 22h com programas nacionais, descartando os enlatados.
- Grande parte das cenas de Avenida Paulista foi gravada em um escritório de verdade, em plena Avenida Paulista, São Paulo, onde a equipe de produção criou os espaços cenográficos necessários. - Uma das preocupações da direção era explorar bem a cidade de São Paulo, fazendo o máximo de externas possível. - A minissérie teve cenas gravadas em Ilha Bela, no litoral paulista.
- Primeira experiência do Núcleo de Produção Walter Avancini, localizado em Santana, Grande São Paulo. O Núcleo foi responsável por outras minisséries da Rede Globo, como Moinhos de vento (1983), Anarquistas, graças a Deus (1984) e Grande sertão, veredas (1985), mas foi extinto ainda na década de 1980.
- A atriz e apresentadora Angélica fez sua primeira aparição numa produção televisiva em Avenida Paulista. Ela era Anamaria criança, que aparecia na minissérie em flashback.
- Avenida Paulista foi reapresentada em novembro de 1985, às 22h55.
- A minissérie foi vendida para Argentina, Bolívia, Colômbia, Estados Unidos, Guatemala, Panamá, Peru, Uruguai e Venezuela.


Trilha sonora:
- A direção musical e os arranjos de Avenida Paulista ficaram sob a responsabilidade do maestro Júlio Medaglia, que também compôs alguns temas para a minissérie. A canção de abertura, Avenida Paulista, foi de César Camargo Mariano.


0 comentários: