domingo, 28 de março de 2010

O Sorriso do Lagarto



Autores: Walther Negrão e Geraldo Carneiro
Direção geral: Roberto Talma
Período de exibição: 04/06/1991 – 30/08/1991
Horário: 22h30
Nº de capítulos: 52

Elenco:
Aguinaldo Rocha - Tiago
Alexandre Frota - Tavinho
Ana Beatriz - Evangelina
Ana Paula Bouzas - Branca
Anthony Bourke - médico
Bia Montez - repórter
Carlos Augusto Strazzer - Detetive Peçanha
Carlos Kroeber - Gregório Guerra
Chaguinha - Babalu
Chiquinho Bradão - Chico Bagre
Claude Haguenauer - médico
Claudio Mamberti - Cirino
Daniel Hertz - Joaquim
Danton Jardim - Boaventura
Divana Brandão - Rosário
Fabio Sabag - Bará
Fernando Amaral - Deraldo
Fernando José - Dr. Simão
Flávio Migliaccio - Cornélio
João Signorelli - chefe de segurança
José Lewgoy - Dr. Lúcio Nemésio
Lúcia Veríssimo - Bebel
Luiz Magnelli - Galego
Luiz Sergio Lima e Silva - delegado
Maitê Proença - Ana Clara
Marcelo Picchi - Nando
Marcos Miranda - Pacheco
Mario Petraglia - Michel
Moacyr Deriquém - Dr. Barcelos
Odenir Fraga - legista
Paulo Figueiredo - Pécuchet
Pedro Paulo Rangel - Padre Monteirinho
Raul Cortez - Ângelo Marcos
Regina Dourado - Neide
Rodolfo Bottino - Conrado
Silvia Buarque - Alicia
Sofia Papo - Maria das Mercês
Stepan Nercessian - Chico Bagre
Tony Ramos - João Pedroso

A Trama:
- A minissérie O Sorriso do Lagarto é uma adaptação da obra homônima de João Ubaldo Ribeiro. A história se passa na fictícia Ilha de Santa Cruz, cenário da história de amor de João Pedroso (Tony Ramos), um biólogo que deixou tudo para viver da pesca, e Ana Clara (Maitê Proença), uma jovem infeliz, casada com o secretário de saúde Dr. Ângelo Marcos (Raul Cortez).
- A trama tem início com a misteriosa morte de Maria das Mercês (Sofia Papo), investigada pelo detetive Peçanha (Carlos Augusto Strazzer), que se depara com outros tantos mistérios que acontecem no local.
- A ilha é também lugar de grande beleza natural e acoberta as atividades do Dr. Lúcio Nemésio (José Lewgoy). Ele realiza, no hospital público da cidade, experiências genéticas a fim de criar uma sub-raça, com seres desprovidos de algumas qualidades humanas.
- Um núcleo sempre metido em corrupção é aquele composto por Tavinho (Alexandre Frota), Nando (Marcelo Picchi) e Bebel (Lúcia Veríssimo), amante do Dr. Ângelo, por quem o grupo é liderado. Eles pertencem à elite local e sabem que vivem em uma região ainda não descoberta pela especulação imobiliária. A intenção desses vilões é trazer para a ilha a força do capital e, com isso, obter grandes lucros.
- É interessante notar o tom de alegria e colorido que a população local, com suas crenças e trabalhos, confere à trama. Entre os moradores da comunidade estão Chico Bagre (Chiquinho Brandão), empregado de João Pedroso; Branca (Ana Paula Bouzas), filha de Cirino (Cláudio Mamberti); e Joaquim (Daniel Hertz), pescador não correspondido no amor que sente por Branca.
- Branca apaixona-se pelo biólogo João Pedroso, recorrendo até mesmo às feitiçarias do pai-de-santo Bará (Fabio Sabag) para conseguir conquistar seu amado. No final da história, ela acaba enlouquecendo.
- Amigo de João, padre Monteirinho (Pedro Paulo Rangel) tem a sua fé confrontada pela atração que sente por Branca. Mas não cede às pressões da paixão.
- Finalmente juntos, após inúmeras barreiras vencidas, João Pedroso e Ana Clara vivem uma relação intensa, e ela fica grávida. No entanto, João é morto em uma emboscada pelo Dr. Ângelo e atirado ao mar para ser devorado por peixes. Sem explicações sobre o sumiço do amado, Ana Clara também enlouquece. Ela assume outra personalidade e volta para a casa de Ângelo.
- O detetive Peçanha não consegue esclarecer nenhum dos crimes que investiga na cidade e acaba desistindo. Dr. Lucio prossegue com seus experimentos, e Ana pretende escrever um livro sobre tudo que presenciou. No fim, a câmera focaliza um híbrido de lagarto e humano escondido na igreja, enquanto um coral entoa um cântico.

Produção:
- A minissérie foi produzida de forma independente pela TV Plus – produtora criada por Roberto Talma, Eduardo Figueira e Márcio Waissman. Mas a TV Globo participou da seleção do elenco e também fez o acompanhamento técnico da produção.
- A cidade de Paraty (RJ) foi a principal locação da minissérie, que contou, ainda, com cenas de interior gravadas no estúdio da Rede Globo.

Curiosidades:
- O ator Chiquinho Brandão, que fazia o papel de Chico Bagre, morreu num acidente de automóvel logo no início da exibição. Mesmo já tendo gravado mais de 20 capítulos, foi substituído por Stepan Nercessian. Carlos Augusto Strazzer, falecido em 1993, também interpretou seu último personagem na minissérie.
- A minissérie foi vendida para Portugal.

Trilha sonora:
- Os destaques ficaram por conta do maestro Wagner Tiso, autor dos arranjos e da trilha original, e Peter Gabriel, que interpretou o tema de abertura, Mercy Street. Escolhida por Roberto Talma, a trilha sonora de O Sorriso do Lagarto incluiu canções de Djavan e João Bosco, como Mal de Mim e Quando o Amor Acontece. Caetano Veloso cantou Os Outros Românticos.

Fonte: Memória Globo

0 comentários: